Tudo Sobre o Depósito a Prazo

Oi pessoal! Sejam bem-vindos a mais um artigo. Hoje vamos falar sobre o depósito a prazo. Sua definição, forma de constituição e minhas recomendações, caso pense em enveredar por este caminho. Enfim, falaremos de tudo sobre o depósito a prazo.

Definição

Só pelo nome, já dá para extrair uma definição do objecto do nosso estudo hoje. Ele é um depósito cujo valor só está disponível para movimentação, depois de um tempo previamente determinado, ou antes, mediante aviso prévio ao Banco, e nalgumas vezes, incorrendo ao pagamento de taxas.

Compliquei? Deixa simplificar. Depósito a prazo, é uma forma de emprestar dinheiro ao banco e ganhar juros por isso. Simples assim. Ele é uma espécie de investimento.

Já se perguntou, de onde é que o banco tira dinheiro para dar empréstimos? Pegando dinheiro emprestado também. Já dizia Dj Ardiles “a pessoa que tu deves também deve, não há dúvidas” 😂😂😂

Então, os bancos também tem dívidas com as pessoas.

Como funciona?

O processo não varia muito de banco para banco. Normalmente eles estipulam valores, percentagem de juros e prazos mínimos para constituir um depósito a prazo. Em alguns casos, o prazo é de 3 meses, em alguns um 1 ano. Ou seja, você não pode, normalmente, usar o dinheiro até ao fim desse prazo. É como se ele estivesse a “trabalhar por si”.

Ao fim do seu prazo, terá o valor inicial de investimento, mais o valor acumulado de juros equivalente ao tempo que o dinheiro ficou no banco.

Vantagens

Uma das maiores vantagens desse método de investimento, é poder guardar dinheiro, sem deixá-lo parado, sem fazer nada.

Muitas vezes, queremos comprar um carro, uma casa, ou algum outro grande projecto, e corremos logo para pensar num empréstimo. E, esquecemos que podemos, ao invés de sermos devedores, sermos credores do banco… quanto poder né?

Então, ao invés de estar a simplesmente “guardar dinheiro”, com o depósito a prazo, nós podemos deixar o dinheiro produzir dinheiro.

É evidente que requer muita disciplina, olhar os números a crescer no banco, sem poder mexer no dinheiro como numa conta comum. Mas, disciplina é a base principal para ser uma pessoa financeiramente inteligente (como escrevi neste artigo aqui) e, consequentemente, uma vida financeiramente saudável.

Recomendações

Como qualquer investimento, o depósito a prazo acarreta riscos. É por isso que eu recomendo que faça muita pesquisa.

Vá ao balcão do seu banco para tirar todas as dúvidas, leia bem e exaustivamente o que está escrito em letras bem pequenas e quase transparentes nos documentos, para saber se optar por esse meio de poupança, neste banco, realmente valerá a pena.

E preste maior atenção ainda, a garantia que lhe é oferecida de retorno de capital, em caso do banco simplesmente falir e não poder lhe pagar.

Importa também referir, que pode estar sujeito a pagar imposto sobre o seu rendimento, de acordo com a lei moçambicana. Mais um ponto a se tomar em atenção e pesquisar bastante antes de pensar em constituir um depósito a prazo.

De modo geral, tendo um plano a longo prazo, este tipo de depósito é uma boa saída opção para acumular dinheiro, sem que ele esteja necessariamente parado.

E este é o nosso artigo de hoje, sobre o depósito a prazo. Espero ter explicado de forma compreensível e que seja útil para o seu planeamento financeiro.

Deus vos abençoe! Abraços!

 

Você pode também gostar de:

4 comentários

  1. Khanimambo Velsoma..
    Post muito interessante. Peco conselho.. Minha conta a prazo paga 1.2% por ano (BCI) 🙁 . Podes recomendar um banco com taxa melhor?

    1. Thank you, João.
      Recomendo o Standard Bank. Taxas melhores, em torno de 4 a 6%, dependendo do tempo, e a periodicidade também é atraente.
      O BCI é o banco que menos recomendaria, as taxas deles são muito baixas (conselho que me foi dado por um funcionário, quando fui fazer minhas pesquisas).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *